Notícias

SUA ESTRATÉGIA É BOA?

28/01/2016 às 18:22

Pense nisso antes de partir para a prática.

Sintetizado do excelente livro escrito por Richard Rumelt, chamado “Good Strategy, Bad Strategy”, que ilustra as estratégias ruins e boas.

As sugestões de Rumelt são muito úteis para empresas, governos e entidades sem fins lucrativos, e pensamos que sejam muito aplicáveis também para empreendedores.

Uma estratégia boa deve sempre parecer simples e óbvia. Entretanto, estratégias boas são exceções nas organizações. 
Estratégias ruins têm algumas causas ou características peculiares:

A primeira delas é a dificuldade dos gestores em realmente encarar os problemas estratégicos vividos por suas firmas. É mais fácil não lidar com estas questões penosas.

Outra causa de estratégias ruins é confundir uma estratégia com um apanhado de objetivos (na verdade metas).Ter metas de crescer 10% em vendas ao ano e aumentar o retorno sobre ativos para 7% em três anos não fazem destas metas uma estratégia.

A terceira característica de uma estratégia ruim seria a existência de objetivos confusos, conflitantes ou ainda impraticáveis.

Finalmente, a quarta marca de uma estratégia ruim é caracterizada pelo uso de chavões e linguagem rebuscada, por vezes beirando o esoterismo, para tentar passar uma imagem de uma estratégia robusta, quando na verdade esta é fraca em análise e conteúdo.

O cerne de uma boa estratégia é composto de 3 elementos: um bom diagnóstico do problema ou da oportunidade a sua frente, uma diretriz norteadora, e um conjunto coerente de ações a serem tomadas.

O ponto de partida é ter ciência dos gargalos da sua empresa. Faça a seguinte pergunta para você mesmo: “onde é que o calo está apertando?”Sem um bom diagnóstico, as ações serão sem sentido.

O segundo elemento é a diretriz norteadora. Qual a visão de futuro da empresa? Para que lado caminharemos? Ter isso em mente é fundamental, e não ter isso o fará divagar sem rumo.

Finalmente, o terceiro elemento é um conjunto de ações, para garantir que a estratégia saia do papel. 
Se a estratégia não for traduzida em ações práticas, com responsáveis e prazos, será apenas um conjunto de boas intenções.

O diagnóstico foi bom? 
Ponto para as ações corretas e bem executadas.

No nosso julgamento o que pode estar errado? Algumas empresas falham no diagnóstico. Outras falham na diretriz e ou nas ações.

Quando estiver pensando no seu projeto, teste se os 3 elementos para uma boa estrategia estão presentes. 
É um teste simples e direto ao ponto que interessa.

Na dúvida busque consultoria especializadas no assunto.

Se o problema ou oportunidade envolver gestão de multiplos estoques, fale com a Informata. Ela faz isto desde 1986.

Sucesso no seu Projeto.



-->