Notícias

Reduzir custo na Cadeia de Suprimento

01/06/2015 às 18:02

O velho Comprador X o Inovador.

É conceito consolidado, no meio corporativo e acadêmico, a necessidade de implementar as políticas de gestão da cadeia de suprimentos, e de desenvolver ações capaz de reduzir custos e ampliar eficiências operacionais de abastecimento dos pontos de vendas, sendo este o interesse de todos.

O varejo não consegue mais financiar tantos lançamentos de novos produtos, com suas mudanças de apresentações, promoções, prazos, etc. A morosidade no faturamento e na entrega de muitos fornecedores, principalmente quando localizados em regiões distantes que resultam em altos custos de fretes, são itens  que pesam na eficiência do negócio

Na indústria a coisa também não tem sido fácil! Com tantos produtos similares fabricados por concorrentes que nascem todos os dias, além dos importados que entram no país sem a mesma tributação local. Outra dificuldade é a falta de financiamentos e juros condizentes para quem produz, além da espera pelo crescimento econômico que nunca se firma.

Como se vê, tem-se dois elos da cadeia produtiva - Indústria e Varejo - com problemas de um lado, cujas soluções estão do outro. Soluções que para serem aproveitadas bastaria apenas que um dos lados tomasse a iniciativa de abrir a pauta para uma negociação mais construtiva. O que resultaria em crescimento para ambas as partes.

O varejo precisa reduzir os custos de logística e aumentar a velocidade de abastecimento das lojas, para melhorar seu giro e fazer resultado com margens competitivas. Enquanto a indústria precisa de um varejo regulador dos preços de mercado para que sua demanda seja atingida nas classes mais baixas e seu volume de vendas seja crescente, otimizando o tempo de uso das máquinas e reduzindo os custos fixos (volumetria de produção)

As atividades do Supply Chain se assemelham a uma cirurgia de implante, onde gestores especialistas das duas partes constroem uma operação híbrida, aumentando a segurança, simplificando e automatizando os processos e informações de forma transparente e eficiente para os dois lados.

É preciso modernizar as relações e substituir o velho comprador, aquele que espera o velho vendedor todo final do mês com suas muitas propostas pra lhe encher as prateleiras com produtos que não vendem,  ou não agregam valor.

Alcione Melo.




-->